Com apoio da Secretaria de Agricultura, principal região produtora de banana de SP reúne setor no Vale do Ribeira

Postado Em: 15/05/2024 - 16:37 | Autor: Assessoria de Comunicação

Secretário executivo de Agricultura, Edson Fernandes participou da cerimônia de abertura da Feibanana 2024, promovida pela Abavar, em Pariquera-Açu.

As principais novidades do mercado da fruta mais consumida no Brasil estão sendo debatidas no Vale do Ribeira, no maior evento de bananicultura da América Latina. A cerimônia de abertura da 12ª Feira Nacional da Bananicultura (Feibanana 2024), realizada em Pariquera-Açu, no Vale do Ribeira, na noite de terça-feira (15/05) contou com a participação do secretário executivo de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, Edson Fernandes. “Este é um evento importante para todos os produtores de banana do Vale do Ribeira, do Estado de São Paulo e do Brasil”, ressaltou o secretário.

Durante a cerimônia da maior feira de banana da América Latina, Edson Fernandes disse que a equipe técnica dos institutos ligados à SAA está à disposição dos produtores e fez até uma previsão da geração de negócios. “Estamos aqui com a Apta, a Defesa Agropecuária e a Cati, trazendo todo apoio e suporte para o Vale do Ribeira. Esperamos que esse ano a Feibanana movimente mais de R$ 80 milhões em negócios. Nosso objetivo é trabalhar firme para que no próximo ano, esse evento, ultrapasse a marca dos R$ 100 milhões”, anunciou Fernandes.

Vale destacar que o Estado de São Paulo é o maior produtor de banana do País, responsável por 26% do total nacional. Em 2023, os quase 50 mil hectares dedicados à bananicultura paulista produziram mais de 1 milhão de toneladas da fruta, segundo dados do Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA). O Vale do Ribeira responde por 70% da produção do Estado e as principais variedades são: prata, nanica, maçã, ouro e terra.

Recentemente, a nova variedade do grupo prata foi encontrada no município de Sete Barras, também no Vale do Ribeira, em área comercial de produção da fruta. A VTP Hayashi possui características vantajosas quando comparadas a Prata-Anã e Prata Catarina, principais cultivares plantadas no Brasil. Entre as vantagens dessa mutação, estão: maior produtividade e maior massa. “Essa variedade é uma seleção da prata catarina, com a vantagem de ter cacho maior, mais distância entre as pencas, cacho quase cilíndrico e forte curvatura do pedúnculo”, afirmou o engenheiro agrônomo e pesquisador da APTA Regional de Pariquera-Açu, Edson Nomura.

SAA na Feibanana 2024

A Secretaria de Agricultura está presente na Feibanana com a Apta Regional, Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), e a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI).

Nesse ano, a Apta Regional trará soluções voltadas a melhorar a produtividade do bananicultor, entre elas, a cultivar de banana prata VTP Hayashi. Na quarta-feira (15/05), acontece no estande da Apta Regional o tradicional Dia de Campo, onde empresas parceiras presentes na feira mostram aos produtores novas tecnologias e as tendências do setor que podem trazer melhorias significativas à atividade, como técnicas de adubação, cultivares resistentes e métodos alternativos de controle de doenças. Já na quinta-feira (16/05), a unidade recebe atividades voltadas à agricultura familiar, em parceria com o Sebrae-SP.

Já a Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) conta com um estande para atendimento ao público e orientações ao produtor quanto à obrigatoriedade do cadastro de Unidade Produtora de banana, conforme estipula a Resolução SAA nº 24/2023

A Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI) também está presente no evento com produtos de agricultores atendidos em suas ações de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) no Vale do Ribeira, com atendimento do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap).

A Feibanana, promovida pela Associação dos Bananicultores do Vale do Ribeira (Abavar), é considerada uma das maiores feiras de bananicultura da América Latina. A feira será realizada no Centro de Eventos de Pariquera-Açu, nos dias 14, 15, 16 e 17 de maio. Para esta edição são esperados aproximadamente 10 mil visitantes e movimento de R$80 milhões em negócios.