Delegação do Governo do DF visita instituições e agroindústrias de SP visando criar rota do queijo

Postado Em: 17/10/2023 - 18:46 | Autor: Assessoria de Comunicação

Acompanhados de extensionistas da Cati, técnicos da Emater e fiscal da Secretaria de Agricultura do Distrito Federal iniciaram roteiro nesta segunda-feira (16) no Ital e no IZ

 

Extensionistas, pesquisadores e fiscais da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo trocam experiências e conhecimentos ao longo desta semana com delegação do Governo do Distrito Federal interessada em criar rota do queijo com queijarias artesanais locais. Acompanhada por representantes da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), a série de visitas começou nesta segunda-feira (16) no Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), em Campinas, e no Instituto de Zootecnia (IZ), em Nova Odessa, vinculados à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta).

“Apresentamos como o Ital atua na área de laticínios, em especial em relação aos queijos, incluindo análises microbiológicas, físico-químicas e sensoriais, estudos de vida de prateleira, testes em planta-piloto e treinamentos para que sejam traçadas possibilidades de trabalho em conjunto”, afirma a pesquisadora Patrícia Blumer Zacarchenco, que foi anfitriã do Instituto ao lado da pesquisadora Marta Taniwaki, as quais atuam no Centro de Tecnologia de Laticínios e Bactérias Lácticas (Tecnolat) e no Centro de Ciência e Qualidade de Alimentos (CCQA), respectivamente.

“Nosso objetivo é subsidiar e apoiar a inspeção e as agroindústrias, inclusive dando suporte e educação continuada aos serviços de inspeção municipal. É muito importante incentivarmos a agregação de valor regularizada para levar alimentos com qualidade e segurança aos consumidores, contando com instituições reconhecidas nacional e internacionalmente como o Ital, que possui excelente infraestrutura e corpo técnico especializados”, frisa o diretor da Cati Regional Mogi Mirim, Diego Barrozo, integrante do grupo técnico que acompanha a delegação. “Está no roteiro visitarmos propriedades produtoras para explorar visões diferentes e discutir desafios e oportunidades da extensão rural do Brasil como um todo: no DF já podem ter soluções para problemas que SP ainda enfrenta e vice-versa”, complementa.

Membro da Gerência de Desenvolvimento Socio Familiar da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF), a extensionista rural técnica em agroindústria Fernanda Barbosa de Sousa Lima afirma que conhecer as instalações do Tecnolat agregou informações relevantes para projeto em andamento na área. “Estamos fazendo plantas baixas modelo e publicaremos dois livros relacionados, um focado em produtos de origem animal e outro em produtos de origem vegetal”, detalha.

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Jaqueline Harumi – MTb 59.960/SP

Núcleo de Comunicação Científica do Ital

(19) 3743-1757 | jaqueline.harumi@sp.gov.br