Instituto de Pesca entrega menção honrosa a melhores trabalhos apresentados durante encontro latino-americano de peixes cultivados

Postado Em: 26/05/2022 - 08:30 | Autor: Assessoria de Comunicação

Evento ocorreu durante a 11ª Aquishow Brasil

 

O Instituto de Pesca (IP-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, entregou menção honrosa para os responsáveis por apresentar os melhores trabalhos científicos durante o 1º Encontro Latino-Americano de Peixe Cultivado (ELAPC), realizado durante a 11ª Aquishow Brasil e coordenado pelo Instituto de Pesca, com colaboração do Laboratório de Bacteriologia em Peixes (LABPEP-UEL), e que ocorreu entre 23 e 25 de maio, no auditório e nas áreas externas do Centro Avançado de Pesquisa do Pescado Continental (CAPPC), em São José do Rio Preto.

Ao todo, 22 trabalhos técnico-científico foram apresentados no evento. Os que receberam menção honrosa foram:

- Piscicultura em pequena escala do lambari-do-rabo-amarelo em diferentes densidades de estocagem. Autores: Camila Fernandes CORRÊA; Dariane Beatriz Schoffen ENKE; Rafael Vilhena REIS NETO; Eloisa Peniche TAMASIA; Liandra Lopes Filholino COLLAÇO

- Método de preservação por liofilização da bactéria Francisella orientalis. Autores:

Crystal Lodi CONDE; Luis Claudio de Oliveira COUTINHO; Luara Lucena CASSIANO; Danielle de Carla DIAS; Leonardo TACHIBANA; Maria José Tavares RANZANI PAIVA; Erna Elisabeth BACH

- Avaliação da redução de sinais clínicos de estresse em juvenis de pangasius em diferentes concentrações de cloreto de sódio. Autores: Miguel Carlos Leite SIQUEIRA; Giovani Sampaio GONÇALVES; Helenice Pereira de BARROS; Antônio Fernando LEONARDO


Durante o ELAPC foram realizados minicursos com aulas teórico-prática e palestras com especialistas em áreas do conhecimento relacionadas à aquicultura, como sistemas de recirculação de água, parasitologia de peixes e aquaponia. O objetivo foi oportunizar momento de interação entre pesquisadores, estudantes e empreendedores da cadeia produtiva de pescado.

“Procuramos trazer assuntos variados e complementares à feira, abordando tópicos importantes sobre manejo, sanidade, qualidade da água, sustentabilidade e inovação. Nosso intuito é proporcionar uma troca rica de experiências aos inscritos”, afirmou a diretora do CAPPC e coordenadora do encontro, Daniella Castellani.

Já para a Diretoria do Instituto de Pesca, Cristiane Neiva, “ações de aprendizagem além de serem importantes para a o desenvolvimento e a formação dos agentes do setor produtivo, dão a oportunidade de aproximar este público às pesquisas científicas desenvolvidas pela instituição”.

Para conhecer os demais trabalhos científicos apresentados, clique aqui.