Pesquisa indica que 93% dos produtos de amendoim industrializados não têm corantes e 87% não possuem conservantes

Postado Em: 31/07/2023 - 14:27 | Autor: Assessoria de Comunicação

Parte da série Alimentos Industrializados 2030, estudo realizado pelo Ital, com apoio da Abicab, avaliou rótulos de 416 produtos de 61 empresas

Com o objetivo de fornecer uma visão abrangente dos produtos de amendoim industrializados disponíveis no mercado brasileiro, o Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), vinculado à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, acaba de lançar um estudo detalhado sobre as composições e valores nutricionais de 416 alimentos de amendoim. Apoiada pela Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab), a publicação on-line gratuita “Amendoim Industrializado: nutritivo, seguro e presente na cultura brasileira” analisou produtos diversos de 61 empresas, incluindo opções puras, salgadas e doces.

Entre os dados revelados a partir da análise das informações contidas nos rótulos de cada produto levando em consideração aspectos relacionados à saudabilidade, bem-estar, matérias-primas e aditivos, foi constatado que 93,3% deles não contêm corantes, 89,9% não possuem antioxidantes e 87,1% estão livres de conservantes. Além disso, foram verificadas características positivas na maioria desses alimentos, como, por exemplo, a presença de proteínas e fibras alimentares.

“Essa é uma nova ação de difusão do conhecimento do projeto Alimentos Industrializados 2030 em busca de um melhor entendimento da ciência e tecnologia dos alimentos por parte da sociedade brasileira, em especial para quem insiste em classificar esses e outros produtos como alimentos ‘ultraprocessados’ sem o devido embasamento científico”, destaca Luis Madi, coordenador do projeto e diretor de Assuntos Institucionais do Ital.

Para Jaime Recena, presidente executivo da Abicab, “o estudo é fundamental para que o consumidor tenha oportunidade de conhecer os benefícios dos produtos oferecidos pelas indústrias para o seu consumo. Esses resultados reforçam a percepção de que o amendoim, em suas diversas formas de processamento, pode fazer parte de uma dieta nutritiva e equilibrada”.

O estudo recém-lançado é o 12º da série Alimentos Industrializados 2030, que aborda as origens e tipos específicos de produtos, sua composição detalhada, sua segurança para consumo e seu valor nutricional. – saiba mais.

Qualidade e segurança

O estado de SP é o maior produtor nacional de amendoim, tendo importante papel na garantia da qualidade e da segurança de seus derivados, o que tem sido viabilizado há 22 anos pela Abicab através do Programa Pró-Amendoim. Esse programa audita, monitora e certifica produtos à base de amendoim de todo o País, tornando o Brasil reconhecido mundialmente no cumprimento dos requisitos de legislação e fabricação. Produtos com o selo são garantia de segurança e qualidade.

Sobre a Abicab

A Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas - Abicab, fundada em 1957, representa nacionalmente os principais fabricantes do país. As indústrias brasileiras nestes setores geram cerca de 37 mil empregos diretos e exporta para mais de 167 países. Estamos presentes por todo Brasil, distribuídos pelos estados do Espírito Santo, São Paulo, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Bahia, Rio Grande do Norte, Paraná e Santa Catarina.

 Esta entidade, que corresponde atualmente 92% do mercado de Chocolates, 68% de Balas & Gomas e 62% de Amendoim, tem como objetivo desenvolver e promover as indústrias associadas, estimulando ações para o fomento dos mercados interno e externo, consumo responsável dos produtos, compromisso com o estímulo da cadeia sustentável e segurança do alimento. A Abicab é criadora do Programa Pró-Amendoim que monitora a qualidade do amendoim pelo Brasil.

Sobre o Ital

O Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), localizado em Campinas/SP, é uma instituição líder em pesquisa aplicada na América Latina. O Ital tem um papel central na inovação do setor de alimentos, realizando pesquisa, desenvolvimento e serviços tecnológicos especializados nas áreas de alimentos e bebidas, ingredientes, processamento e embalagem. Fundado em 1963 como uma instituição pioneira em tecnologia de alimentos no Brasil, o Ital é um dos institutos de pesquisa da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Atualmente o Instituto congrega centros tecnológicos especializados em produtos cárneos, laticínios, cereais, chocolate e confeitos, panificação, frutas e hortaliças, proteínas vegetais e embalagem. As atividades de PD&I são apoiadas por laboratórios de referência em microbiologia, química, análises físicas e sensoriais. Alianças e projetos estratégicos para inovação são direcionados pela Plataforma de Inovação Tecnológica do Ital (PITec). Saiba mais em www.ital.agricultura.sp.gov.br.

 

CONTATO PARA IMPRENSA

Ital | Jaqueline Harumi – jaqueline@ital.sp.gov.br | (19) 3743-1757

Abicab | Cristina Iizuka – cristina@abicab.org.br