Projeto Cesta Verde avança para segunda fase

Postado Em: 08/06/2022 - 10:06 | Autor: Assessoria de Comunicação

Estimativa para segunda fase do Cesta Verde - Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é de atender 500 produtores rurais e entregar 100 mil cestas de alimentos

Se existe um projeto que pode ser chamado de familiar, é o PAA - Cesta Verde! De um lado, famílias em vulnerabilidade social. Do outro, agricultores familiares. O Programa de Aquisição de Alimentos - Cesta Verde, por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, leva frutas, legumes, verduras e tubérculos produzidos por meio de agricultura familiar a famílias cadastradas em situação de insegurança alimentar. O trabalho é feito com recursos do Ministério da Cidadania, apoio de municípios e da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), que o coloca em execução por meio de um Grupo Técnico e de suas Regionais.

“Em 2020, o Governo do Estado de São Paulo assinou o termo de adesão ao Programa de Aquisição de Alimentos com o Ministério da Cidadania, para que o executássemos em nível estadual. Os municípios contemplados são aqueles listados no mapeamento de insegurança alimentar e nutricional (INSAN 2018), publicado pelo Ministério da Cidadania”, explica Fabiana Gouvêa Costa, diretora técnica da CATI Regional Jaboticabal e coordenadora do Grupo Técnico de Trabalho do PAA - Cesta Verde.

“Na região de Campinas e na primeira fase, as entregas foram realizadas em Itupeva, Joanópolis, Bom Jesus dos Perdões, Nazaré Paulista, Pinhalzinho, Vargem, Itapira, Estiva Gerbi e Santo Antônio de Posse. Agora, nessa segunda fase, as entregas vêm sendo realizadas em quatro municípios – Sumaré, Campinas, Várzea Paulista e Jundiaí”, completa. Para esta etapa, R$ 3,5 milhões são destinados à aquisição dos hortifrúti com entregas em 42 municípios paulistas.

A variedade de produtos surpreende. Na manhã de 26 de maio, o engenheiro agrônomo da CATI Regional Campinas, Paulo Namur, recebia produtores que fazem parte do Programa Cesta Verde, na Casa da Agricultura de Sumaré, para o preparo de 90 cestas com alimentos frescos: banana, uva, cebola, cenoura, chicória, chuchu e mandioca. “Cada cesta atende uma família de até seis pessoas e é composta por cerca de 10 quilos de alimentos”, falou.

Essa entrega envolveu a produção de três agricultores. Julio Pupin, produtor agroecológico de Piracicaba, no Sítio São João, descarregou 300 quilos de mandioca amarela de mesa. “É interessante para o produtor ter esse mercado, institucional, garantido. Sou produtor em transição agroecológica e vejo o PAA como uma oportunidade”, disse.

Gustavo Torres, produtor orgânico de Indaiatuba, na Santa Villa Orgânicos, chegou em seguida, com 90 quilos de chuchu, 90 quilos de cenoura, 90 quilos de cebola e 180 quilos de banana. “Produzimos uma variedade de 40 gêneros alimentícios em nossa propriedade”, contou. “É uma satisfação poder plantar, fazer o que gostamos, agora ainda maior, por estar participando do projeto”, afirmou.

Ana Cléia Meneguetti, secretária de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social de Sumaré, explicou que, no município, o Cesta Verde surge como um projeto piloto, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e com o Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional local.

“Nesse projeto, será ofertado não apenas o alimento, mas também se ensinará à família como aproveitá-lo da melhor forma possível”, disse, acrescentando: “são alimentos que vem diretamente da agricultura familiar, são de extrema qualidade e vem enriquecer a alimentação das nossas famílias, trazendo nutrientes necessários ao desenvolvimento, em especial as crianças e os idosos”.

O Cesta Verde – Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), no Estado de São Paulo, surgiu em meio à Pandemia de Coronavírus, une famílias e fortalece o cenário de segurança alimentar e nutricional no estado - um ganho para todos.

“Não estamos entregando qualquer tipo de produto, mas sim uma cesta, com qualidade que atende as exigências nutricionais daqueles que passam pela vulnerabilidade social. Ao final da segunda fase, visamos chegar a cerca de 500 produtores do estado, bem como entregar 100 mil cestas de alimentos”, encerra Fabiana.

Assista o vídeo aqui:

 https://youtu.be/owQgYdkzfA4

Leia mais em:

https://www.cati.sp.gov.br/agrishow-CATI/  

Podem participar do projeto todos os agricultores familiares do Estado de São Paulo que possuem Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) ativa dos municípios selecionados.

Saiba mais aqui: https://www.cati.sp.gov.br/portal/produtos-e-servicos/servicos/paa-programa-de-aquisicao-de-alimentos-