Secretaria de Agricultura cria Câmara Setorial do Queijo Artesanal e cadeia produtiva elege primeiro presidente

Postado Em: 22/09/2023 - 12:09 | Autor: Assessoria de Comunicação

O produtor rural Martin Breuer, da Fazenda Santa Luzia, foi escolhido para comandar o grupo, durante encontro realizado na Cabanha Mulekinha, em Ibiúna

A primeira reunião da Câmara Setorial do Queijo foi realizada na quarta-feira (20/09), na Cabanha Mulekinha, em Ibiúna, e contou com a presença de aproximadamente 30 pessoas. O objetivo do encontro, promovido pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, foi oficializar a criação da CS do Queijo e eleger seu primeiro presidente.

Até o momento, o grupo técnico do produto fazia parte da Câmara Setorial do Leite.  “Identificamos que a cadeia produtiva do queijo paulista possui demandas próprias e vem crescendo muito”, explicou José Carlos de Faria Jr, coordenador das Câmaras Setoriais e Temáticas da SAA.

Para Valdecir Marvulle, do Capril Salto do Panema, em Salto Grande, a criação do fórum permanente é uma forma de unificar os produtores, independente de associação, do tamanho da produção ou do tipo de queijo que produz. “A câmara vai permitir que tenhamos planos juntos para crescer e divulgarmos os queijos paulistas que têm muita qualidade”, avaliou Marvulle.

Durante o encontro, o produtor Martin Breuer, da Queijo com Arte Fazenda Santa Luzia, de Itapetininga, se candidatou ao cargo de presidente da câmara e foi eleito por unanimidade pelos presentes.

Para os membros do grupo, a escolha de Breuer foi assertiva, já que ele é considerado pioneiro na produção de queijos artesanais no Estado de São Paulo. “Ele é muito qualificado para o cargo e será peça importante na luta pela unificação dos produtores artesanais. É hora de nos unirmos em prol do queijo paulista”, ressaltou Luzita Camargo, da Cabanha Mulekinha e anfitriã da primeira reunião. Heloísa Collins, do Capril do Bosque, ressaltou que uma das qualidades do novo presidente é a persistência e a participação ativa nas atividades do setor. “Qualidades mais que necessárias para um representante setorial”.

Na ocasião, a pesquisadora científica Raquel Nakazato Pinotti, apresentou o Plano Estratégico das Câmaras Setoriais do Agro-SP, que contém as principais ações para desenvolver e incentivar as cadeias produtivas paulistas. Ela também deu as primeiras orientações ao novo presidente, sobre os principais objetivos da Câmara Setorial do Queijo.


José Carlos Faria destacou a importância da união e da representação institucional para o setor do queijo. Ele enfatizou que a reunião foi emblemática para toda a cadeia produtiva do queijo e que a Secretaria de Agricultura está comprometida em apoiar o setor.

Para encerrar, Martin Breuer disse que se sente muito honrado pela nomeação e que sua grade missão é unificar as demandas dos produtores, de forma isenta e plural. “Aqui não cabem os meus interesses ou de nenhuma associação. Esse será o meu grande desafio”.

O secretário executivo da Secretaria de Agricultura, Guilherme Piai, revelou que está muito feliz com a criação da Câmara Setorial do Queijo. “A comercialização do produto cresce todos os meses no estado e é necessário que seja produzido com qualidade. Desejo sorte ao novo presidente e coloco a Secretaria de Agricultura à disposição de todos. Nosso objetivo é alavancar e certificar toda a cadeia de produção paulista”, disse Piai.

Martin Breuer é médico veterinário e na década de 1980 assumiu os negócios da família de origem alemã, que sempre se dedicou a produção leiteira. O novo presidente da Câmara Setorial do Queijo cria gado Simental é o idealizador e responsável técnico da Queijo com Arte Fazenda Santa Luzia e vice-presidente da Associação Paulista de Queijos Artesanais.

Também participaram da primeira reunião da Câmara Setorial: Aníbal Filho, do Instituto de Zootecnia; Diego Barrozo, da CATI Regional Mogi Mirim; Luiz Antônio Proença, da CATI Sorocaba; Marcelo Santos, da CATI Itapetininga.