Secretaria de Agricultura de SP realiza a premiação do Ranking Município AGRO

Postado Em: 07/12/2021 - 19:57 | Autor: Assessoria de Comunicação

O evento contou com a participação do governador João Doria e do vice-governador Rodrigo Garcia; 85 cidades foram contempladas por investirem em ações e políticas públicas com impacto na melhoria da vida na área rural.

O Ranking Município Agro, iniciativa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, foi divulgado hoje, dia 07, em um grande evento com premiação para 85 municípios, na Sala São Paulo, no centro da capital paulista. A sala de concerto, que faz parte do Centro Cultural Júlio Prestes, na histórica estação ferroviária Júlio Prestes, recebeu a premiação que distribuiu R$4,7 milhões. No total se inscreveram 410 cidades no ciclo 2020/2021.

O Governador João Doria, o Vice-Governador Rodrigo Garcia, o Secretário de Agricultura e Abastecimento de SP, Itamar Borges, o Secretário-executivo da SAA, Francisco Matturro, e o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, entregaram as premiações e certificados. Na ocasião, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional junto com a União dos Vereadores do Estado de São Paulo (Uvesp), deu posse ao Parlamento Regional e realizou as premiações dos programas Parcerias Municipais.

Ao parabenizar os municípios premiados, o Governador salientou que o Agro corresponde a 22% da economia paulista. “Nós abrimos sempre as nossas as reuniões de Secretariado com o Agronegócio, como homenagem aos agricultores, como forma de mostrar o nosso respeito ao homem e a mulher do Agro”, disse João Doria.

Em sua fala, o Secretário de Agricultura apresentou como foi elaborado o ranking e os critérios de pontuação, além de agradecer o apoio do Governador, do Vice-Governador e dos secretários de Estado e a participação dos 410 municípios. “Sem vocês, prefeitos, sem o apoio dos vereadores, dos municípios, dos secretários municipais e da equipe da Secretaria, não teria sido possível realizar mais esta importante parceria”, falou Itamar Borges.


 

Entre os 85 municípios do ranking foi realizada uma premiação que somou o total de R$4.15 milhões. Os três primeiros colocados foram:

1º lugar: Joanópolis (R$ 400 mil)

2 º lugar: Bragança Paulista (R$ 300 mil)

3º lugar: São Bento do Sapucaí (R$ 200 mil)

Os municípios que ficaram do 4º ao 10º lugar receberam R$ 100 mil cada um, entre 11º ao 20º lugar R$50 mil, do 21º ao 30º lugar R$ 40 mil e do 31º ao 85º lugar R$ 30 mil.

Os 5 municípios que mais evoluíram em relação ao ranking anterior (2019/2020), receberam um total de R$580 mil. Os premiados foram:

1º lugar: Nova Guataporanga (R$ 200 mil)

2 º lugar: Campos Novos Paulista (R$ 150 mil)

3º lugar: Cabreúva (R$ 100 mil)

4º lugar: São José do Rio Preto (R$ 80 mil)

5º lugar: Macaubal (R$ 50 mil)

Além de prefeitos e lideranças municipais dos diversos municípios premiados, estiveram no evento: Sérgio Sá Leitão, Secretário de Cultura e Economia Criativa; Rossieli Soares, Secretário de Educação; General Campos, Secretário de Segurança Pública; Sebastião Misiara, Presidente da Uvesp (União dos Vereadores do Estado de São Paulo); Fred Guidoni, Presidente da APM (Associação Paulistas de Municípios).


 

MUNICÍPIO AGRO

O Ranking do Município Agro é o incentivo da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo para promover o desenvolvimento e a implantação de políticas públicas relacionadas ao setor agropecuário, sendo executado pela em parceria com as prefeituras.

As prefeituras ao aderirem ao Sistema Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável - SEDRUS, reconhecem a importância do agro e das necessidades de investir em ações para melhorar as condições de vida das pessoas na área rural. Uma forma de incentivar estas ações em e o Ranking do Município Agro.

Dessa forma, de acordo com o Decreto Estadual n.º 64.467/2019, o SEDRUS tem como objetivo promover a elaboração e execução de planos de desenvolvimento agropecuário e agroindustrial no Estado, em conformidade com as diretrizes de política pública denominadas “Cidadania no Campo 2030” (Decreto Estadual n.º 64.320/2019).