Secretaria de Agricultura participa de anúncio de grande investimento do setor de máquinas

Postado Em: 15/06/2024 - 13:00 | Autor: Assessoria de Comunicação

Em Sorocaba, JCB do Brasil anuncia meio bilhão de reais em investimento para os próximos 5 anos

Um grande investimento no setor de máquinas e implementos agrícolas foi anunciado pela JCB do Brasil na tarde de sexta-feira (14/06), em Sorocaba. Serão investidos R$ 500 milhões nos próximos cinco anos, que devem gerar mil empregos diretos e indiretos, expandindo as operações da empresa por meio de novas fábricas.

“É uma alegria muito grande estar aqui nesta data significativa e histórica para a JCB e para SP. No momento em que o mundo busca o Brasil como produtor de alimentos, precisamos ampliar nossa produção com máquinas modernas, como são as do agro brasileiro”, destacou o secretário executivo de Agricultura e Abastecimento do Estado de SP, Edson Fernandes.

A JCB é líder mundial em vendas de máquinas retroescavadeiras. A multinacional britânica possui mais de 75 anos de atuação, atuando no Brasil há mais de, e suas 22 fábricas produzem mais de 300 modelos de máquinas.


 

O anúncio ocorre no momento em que a empresa divulga sua meta de dobrar de tamanho no Brasil em cinco anos. Hoje, o Brasil é o quarto maior fabricante mundial de máquinas de construção pesada ligadas à infraestrutura e ao agronegócio. As máquinas são, principalmente, retroescavadeiras, pás carregadeiras e manipuladores telescópicos.

O secretário estadual de Desenvolvimento Social, Jorge Lima, participou do evento, representando o governador do Estado, Tarcísio de Freitas. “São Paulo é um estado gigante no setor de máquinas. Temos a responsabilidade de facilitar o mercado produtivo e articular políticas públicas”, afirmou.

Também estiveram presentes o presidente da JCB no Brasil e América Latina, Adriano Merigli, os deputados federais Vitor Lippi e Jeferson Campos, os deputados estaduais Danilo Balas e Carlos Cezar, a deputada estadual Maria Lúcia Amary, o prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga, e Martin McCombe, do Consulado Britânico em SP e representante do governo britânico.