Treinamento em campo visa levantar informações sobre a Cigarrinha-do-Milho

Postado Em: 27/05/2022 - 16:50 | Autor: Assessoria de Comunicação

Atividade foi realizada em parceria com Faculdade de Ciências Agronômicas

Engenheiros agrônomos e técnicos agropecuários da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA) do Estado de São Paulo, participaram nos dias 25 e 26, de treinamento teórico-prático com o objetivo de subsidiar e implementar medidas para minimizar os danos causados pelo enfezamento do milho. As atividades aconteceram na Regional de Botucatu e contaram com parceria da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp. O treinamento foi acompanhado pelo professor Edson Luiz Lopes Baldin e pelo doutorando Rodrigo Faria.

No dia 25, cerca de 25 participantes realizaram uma reunião para alinhamento das atividades e no dia 26 eles puderam conferir duas palestras que abordaram aspectos bioecológicos do Dalbulus maidis, inseto vetor associado ao enfezamento do milho e também amostragem, reconhecimento e controle da “cigarrinha”.

Posteriormente, técnicos e agrônomos realizaram visita a uma propriedade rural no município de Pardinho, onde iniciaram as atividades sobre o levantamento amostral procedendo com coleta de material para envio a laboratório oficial para identificação e confirmação da presença/ausência da praga.

A atividade faz parte de uma série de orientações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) que visam o delineamento da doença nas principais regiões produtoras de milho do país com o objetivo de promover seu monitoramento, permitindo o diagnóstico e o dimensionamento adequados para subsídios de eventuais medidas que possibilitem reduzir ou evitar os prejuízos causados pela doença.

Cigarrinha-do-milho

A cigarrinha- do-milho (Dalbulus maidis) é a única espécie de inseto no Brasil capaz de transmitir os patógenos associados ao enfezamento do milho e à virose raiada fino. Essa espécie tem o milho como sua única planta hospedeira no país e pode ser encontrada durante todo o ciclo da cultura.

Sintomas do enfezamento do milho podem incluir altura de plantas reduzida, encurtamento dos entrenós, brotações auxiliares, multiespigamento, amarelecimento ou avermelhamento das folhas iniciando pelas bordas, entre outros.

Por Felipe Nunes