Veja dicas para comprar e preparar o peixe da Sexta-Feira Santa que vem chegando

Postado em: 15/04/2019 ás 13:35 | Por: Adriana Luiza Costa de Almeida

 

A Páscoa está chegando! E com ela a tradição de comer carne branca na Sexta-Feira Santa. Você sabe como identificar um pescado fresco? Já definiu qual vai ser o cardápio que vai preparar para a família? Não? A Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo vai te ajudar.

Você sabia que nós temos livros gratuitos e online super informativos sobre pescado: “Pescado: Saúde e Nutrição”, “Pescado é Saúde: Salga, secagem e defumação” e “Pescado é Saúde: Aproveitamento integral do pescado” Eles dão diversas dicas, desde como identificar um peixe fresco até como servi-lo e aproveitar todas as partes dele.

            O pescado é muito importante para termos uma alimentação saudável, ele é rico em ácidos graxos poli-insaturados (gordura saudável). Entre esses ácidos está o ômega 3, que tem capacidade de reduzir o risco de problemas cardiovasculares, autoimunes, alguns tipos de câncer e outras possíveis doenças. Também é fonte de vitaminas A, C, D, B1, B2 e ácido fólico e é rico em proteínas.

      Dicas para você aproveitar todo o pescado:

  • Ao pedir para filetar o peixe, peça também que embrulhe a cabeça e a espinha tudo separado, e experimente fazer um pirão para acompanhar o seu filé de peixe;
  • Quando compramos o peixe com as ovas, elas também podem ser aproveitadas. Depois de temperar com sal e um pouco de limão, é só empanar, fritar e se deliciar;
  • Depois de tirar as escamas, você pode fritar a pele do peixe e servir como um saboroso petisco, como por exemplo pururuca.

Como qualquer alimento perecível, é necessário tomarmos certos cuidados com a compra do produto. Esses cuidados começam com a escolha do local onde vamos comprar o pescado: peixarias, mercados, feiras-livres e supermercados devem possuir registro da Vigilância Sanitária, que garante para nós um produto seguro. O comércio tem a responsabilidade de manipular e conservar adequadamente o produto.

O peixe fresco é aquele que nunca foi congelado e nunca sofreu nenhum processo de conservação além da ação do gelo utilizado para a manutenção da temperatura, que deve estar entre -0,05°C e -2°C. É importante você observar se o pescado tem gelo suficiente para embalar e mantê-lo na temperatura certa. Outra dica é deixar para colocá-lo no carrinho sempre ao fim das suas compras.

Confira a deliciosa receita que separamos para você

Peixe defumado marinado

Ingredientes:

  • ¼ cebola pequena (40g)
  • 1 ramo de cebolinha (12g)
  • ½ pimenta dedo-de-moça pequena (3g)
  • 1 limão Taiti (105g)
  • 1 colher (sopa) de azeite (15ml)
  • 2 colheres (sopa) de alcaparra (15g)
  • 1 filé grande de peixe defumado (105g)

Modo de preparo:

            Descasque, lave e pique a cebola. Lave e pique a cebolinha e a pimenta. Lave o limão, esprema-o e reserve o suco. Em uma tigela, coloque a cebola, a cebolinha, a pimenta, o azeite, o suco de limão, a alcaparra e misture bem. Retire a pele e corte o peixe em tiras finas, arrume-as em um prato e cubra com o molho na hora de servir.

Rendimento: 2 porções.

Tempo de preparo: 30 minutos.

 

Galeria do Flickr

Nenhuma imagem disponível.

Galeria do Site

Nenhum áudio disponível.

Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11)5067-0069

Acompanhe a Secretaria: