AGRISHOW 2024: Governo de SP anuncia R$ 500 milhões de aporte ao FIAGRO

Postado Em: 01/05/2024 - 12:28 | Autor: Assessoria de Comunicação

Este será o primeiro “blended finance” do Brasil, uma forma de investimento que une recursos públicos, de fomento ou filantrópicos

 

Pela primeira vez um Estado anuncia um aporte ao produtor rural por meio do Fundo de Investimentos de Cadeias Agroindustriais (Fiagro). A Secretaria de Agricultura e Abastecimento anunciou durante a Agrishow a liberação de R$ 500 milhões, com o objetivo de financiar produtores rurais com o apoio do mercado de capitais.

O FIAGRO de meio bilhão de reais, aprovado pelo Governo paulista, possibilitando, por meio do mercado de capitais, que o poder público seja ressarcido, pelo menos em parte, do dinheiro que aporta para cobrir a diferença entre os juros de mercado e a taxa subsidiada oferecida ao produtor rural.

Vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a Desenvolve SP será responsável pelo aporte inicial de R$500 milhões em um fundo de investimentos voltado para o pequeno e o médio produtor. 

O anúncio foi feito pelo governador Tarcísio de Freitas durante a abertura oficial da Agrishow, em Ribeirão Preto, que reforçou a importância do investimento no setor, principalmente para ajudar os produtores. “Estamos liberando 500 milhões de reais via Desenvolve SP e trabalhando nessa lógica de mercado de capitais. Vamos liberar neste ano o maior recurso da nossa história para o agronegócio e fortalecer o onde ainda somos fracos”, afirmou Tarcísio.

Além de infraestrutura em irrigação e construção de silos, o recurso poderá ser utilizado também para outros investimentos como placas de energia solar, sensores remotos, tecnologia de precisão, aquisição de drones e máquinas, além de operações de crédito. “Estamos trabalhando com grandes parceiros, no caso do Fiagro, a Desenvolve SP firma ainda mais o compromisso da agência de fomento com o agronegócio do Estado. A missão de São Paulo é valorizar cada dia mais esse setor.”

Com essa modalidade de investimento, pequenos agentes do mercado podem adquirir cotas e alcançar um rendimento que só era obtido pelos grandes operadores financeiros. Assim, o Fiagro pretende gerar desenvolvimento rural regional, modernizando o agro paulista.

Este será o primeiro “blended finance” do Brasil, uma forma de investimento que une recursos públicos, de fomento ou filantrópicos, que permite investimentos de organizações com objetivos diferentes enquanto alcançam seus próprios objetivos.


 

Sobre o Fiagro

O Fundo de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais (Fiagro) é um ativo financeiro criado por meio da Lei nº 14.130, publicada no dia 30 de março de 2021, com o objetivo de captar recursos de investidores para aplicar no desenvolvimento do setor agropecuário.

O Fiagro funciona como um fundo de investimento imobiliário, mas direcionado especificamente para o setor agropecuário. Ele permite que investidores adquiram cotas em fundos que possuíam como ativos imóveis rurais, tais como fazendas, sítios, terras e benfeitorias relacionadas. Dessa forma, o Fiagro permite a captação de recursos para financiar a aquisição e a exploração dessas propriedades, além de incentivar a modernização, a produtividade e a sustentabilidade da agricultura.

Para a Secretaria de Agricultura, o Fiagro é um instrumento por meio do qual poderá fomentar o desenvolvimento de um setor estratégico, tanto em termos de geração de empregos e renda quanto de segurança alimentar e produção de commodities agrícolas. Além de impulsionar a modernização das propriedades rurais, estimula a inovação tecnológica e contribui para aumentar a competitividade dos produtos paulistas.